Mais Notícias

Header Ads

[ Cidades ] Penha apresenta plano de saneamento em audiência pública

População é convocada a comparecer para conhecer e debater o Plano Municipal de Saneamento, que tem o objetivo de eliminar cenas como esta, na Praia de Armação. [Imagem: M.R. Kulka]


O tão aguardado e necessário sistema de tratamento da água e esgoto de Penha estará em discussão com a população, em audiência pública que acontece na quarta-feira, 30 de outubro, na Câmara de Vereadores, a partir das 19 horas. A prefeitura vai apresentar para discussão o Plano de Saneamento Municipal, elaborado pela empresa AR Engenharia.

Para o prefeito Evandro Eredes dos Navegantes (PSDB), depois do Plano Diretor, o Plano de Saneamento é o mais importante para a cidade e, por isso, convoca a participação popular. "A população terá oportunidade de ficar por dentro do que está acontecendo em relação a implantação do tratamento de esgoto em nossa cidade", explica.

O valor de implantação do sistema está estimado em aproximadamente R$ 160 milhões, entre distribuição de água e tratamento de esgoto. Segundo o prefeito, após as definições de cronogramas e das etapas do projeto, em torno de 20 anos o sistema estará implantado em todo o município de Penha (esperamos que levando em consideração o crescimento da cidade neste período).

Na audiência pública, a população vai conhecer os valores, ações e detalhes do Plano Municipal de Saneamento Básico. "Isso vai nos trazer a real situação, quanto vai custar e de que forma vai acontecer. É importante participar efetivamente", afirma Evandro, reforçando o convite. Para ele, isso também mostra que a polêmica quebra de contrato com a Casan, com a municipalização do serviço e criação da Águas de Itapocoroy, vem apresentando resultados.

Penha tem maior número de pontos impróprios

O mais recente relatório de balneabilidade da Fatma, a Fundação Estadual de Meio Ambiente, divulgado em 18 de outubro, aponta Penha com o maior número de pontos impróprios para banho. Dos onze pontos analisados, sete estão considerados "podres". Apenas a Praia da Saudade, do Quilombo, Praia Grande e a Bacia da Vovó foram considerados próprios. Índices assim mostram a importância em discutir e implantar o sistema de tratamento de esgoto o mais breve possível.